VOR - VOLVO OCEAN RACE

Injeção de sal no sangue!

Quem vive no mar por lazer, vai ao inferno por diversão.

 

 

           
   
   
   
      VOR - História

 



Nota do editor: Volvo Ocean Race 

A Volvo Ocean Race começou em 1973 com o nome de Whitbread Round the World Race com a participação de veleiros de cascos deslocantes como o famoso campeão versão 77/78 Flyer, comandado por Cornelis, que fazia médias de 10 a 12 nós durante as 12 edições e mais de 40 anos de história até hoje.

Hoje em dia os cascos se tornaram planantes como o Mapfre com velocidades de 23 nós ou mais e bem mais rápidos do que antes.

O evento estabeleceu uma grande reputação como a principal regata oceânica do mundo e uma das aventuras mais difíceis do planeta. 

Sete times com velejadores profissionais participam deste edição, incluindo dois brasileiros: Joca Signorini e a campeã olímpica Martine Grael. Outros três velejadores portugueses fazem parte do evento. 

Serão 12 cidades-sede, com Brasil e Portugal como paradas estratégicas. Os barcos vão percorrer 45 mil milhas náuticas pelos mares do mundo. A rota passará três vezes mais pelos mares do sul em relação à edição passada. Os barcos serão os Volvo Ocean 65 one-design. Será a segunda vez consecutiva que o veleiro será usado no evento. 

O monocasco de 65 pés (19,8 metros) é igual para todos e pronto para velejar. Os barcos contém a última tecnologia de equipamentos via-satélite, transmissão e vídeo, facilitando a vida dos Repórteres A Bordo (OBR's), que estão na regata desde 2008-09. Todas as equipes contam com mulheres a bordo.